Investir em Angola opção estratégica

Investir em Angola transformou-se na opção tomada pelas maiores empresas do mundo. O investimento estrangeiro é bem recebido em Angola, o país possui um regime legal preparado para esse efeito. Anualmente somam-se inúmeros casos de sucesso de investimento que contribuiram para o panorama de desenvolvimento apresentado no vídeo. O FMI aponta Angola como o país do planeta que durante o ano de 2012 terá mais crescimento económico. O Banco Mundial estima que Angola será em 2013 o país do mundo que mais investimento estrangeiro receberá. A economia está estável, o país é extenso e rico em recursos tornando a opção de investir em Angola atraente.

Em todos os sectores há oportunidades e espaço para continuar a crescer.

  • Investir em Angola na construção civil
    Construção civil
  • Investir em Angola nas infra-estruturas
    Infra-estruturas
  • Investir em Angola na agricultura
    Agricultura
  • Investir em Angola na industria
    Industria
  • Investir em Angola na exploração mineral
    Exploração mineral
  • Investir em Angola no turismo
    Turismo

Já alcançado por Angola

O desenvolvimento acentuado que Angola tem experimentado assenta essencialmente nos seguintes factores:

  • Fim da guerra civil em 2002.
  • Exploração racional dos recursos petrolíferos numa época cujo preço é altamente favorável.
  • Forte determinação social e política em rumar no sentido do desenvolvimento.
  • Consolidação de um regime democrático, organização e activação das instituições.
  • Equilíbrio das finanças públicas e controle da inflação.
  • Solidificação da posição de produtor de petróleo internacionalmente.
  • Lançamento de infra-estruturas em larga escala por todo o país no domínio dos transportes (rodoviários, ferroviários e aéreos).
  • Melhoramento dos portos marítimos.
  • Lançamento de um programa construção habitacional arrojado.

Desafios pela frente

A economia deve diversificar-se em todos os sentidos e tornar-se produtiva como medida base de combate à pobreza aproveitando os extensos recursos que o país possui. Junta-se também a necessidade de redução da dependência do petróleo actualmente considerada perigosa. Estes objectivos passam por:

  • Continuação da execução de grandes obras infra-estruturantes.
  • Abertura ao investimento privado (nacional e estrangeiro) num âmbito de parceria com o Estado Angolano (parcerias publico privadas).
  • Abertura e incentivos ao investimento estrangeiro com especial relevância para os sectores prioritários (construção, agricultura, industria, extracção mineral e turismo).
  • Introdução do crédito bancário e aplicação de programas financeiros governamentais de incentivo ao empreendedorismo.
  • Redução das importações e tornar a economia auto-suficiente.

 

Se a sua empresa ou grupo procura mercados alternativos e dispõe de meios: